Vacinação em Israel: um modelo que poderia ser seguido por aqui (brasileira mostra)

Em se tratando de número de habitantes, não há como comparar Israel com o Brasil. A população do país do Oriente Médio soma pouco mais de 9 milhões, enquanto a brasileira ultrapassa os 210 milhões. Porém, no que se refere ao novocoronavíros, a pandemia aconteceu quase simultaneamente no mundo inteiro. Já o processo de vacinação…?

Bom. No quesito imunizador, aí sim, alguns países se destacam dos demais, especialmente do Brasil. E Israel, é o principal exemplo disso. Enquanto por aqui, entre negacionismo, chacota e trocas de ministro da saúde, por parte do governo federal, contribuíram para a inexistência de um plano de ação, o retardamento na compra da vacina e o agravamento da pandemia, por lá, o presidente Reuven Rivlin, tratou logo de cuidar de seu povo.

A brasileira Aline Szewkies, mora há 11 anos em Jerusalém, onde trabalha como guia turístico e é dona do canal (Israel com a Aline no YouTube). Em um vídeo exibido pela BBC NEWS, ela conta como foi a atitude do governo; entre medidas restritivas, conscientização da população e atualmente, já ter vacinado praticamente todos os moradores do país. Inclusive, ela, aos 31 anos de idade, já tomou a 2ª dose do imunizante.

– Esse é um modelo que, senão o Brasil inteiro, pelos menos alguns estados e ou municípios, se adquirirem a vacina via consórcio, por exemplo, poderiam copiar e seguir. Confira o vídeo

Recebi minha segunda dose! Israel é líder no mundo em vacinação per capta. Um orgulho de fazer parte deste país. Desejo saúde a todos“, escreveu ele em seu Instagram, após ser vacinada. Nascida em de Porto Alegre, Aline mudou-se em definitivo para Jerusalém aos 20 anos de idade e não pensa em voltar à morar em sua Terra natal.

Veja a gaúcha chegando e recebendo sua 2ª dose, na Terra dos judeus…

*Crédito da Imagem: Reprodução Instagram Aline

Deixe um Comentário (digite abaixo)

%d blogueiros gostam disto: