Pix: dicas para você não cair em golpes ao fazer seu cadastro

No universo da tecnologia, quase todo que é criado, está vulnerável à ações de hackers maliciosos. E, principalmente quando é lançado algum sistema, ligado a transações financeiras, como no caso, do Pix, aqui no Brasil, golpistas de plantão entram em cena com links falsos para roubar informações dos usuários.

Divulgado pelo Banco Central no começo deste mês, o Pix (sistema eletrônico de pagamento e transferência instantâneo de dinheiro), já está sofrendo interferência de golpistas, os quais estão se passando por bancos e enviando links solicitando dados para cadastramento das chaves.

Para que você não seja uma vítima dessas ações, nosso blog traz dicas bacanas de especialistas, como o diretor (clique no link para vídeo) do CNN Brasil Business, Fernando Nakagawa.

Segundo informações do portal CNN, até o momento ‘mais de 50 milhões de chaves já foram cadastradas no Pix’. (Veja vídeo abaixo).

Confira as dicas….

1– A primeira dica é não ter pressa para se cadastrar no Pix. Cada pessoa é responsável por cadastrar as chaves e o banco não pode fazê-lo sem autorização. Mesmo após o início das atividades do Pix, será possível realizar o cadastramento.

2– Para se proteger de golpes, é essencial não clicar em links recebidos por WhatsApp, SMS ou e-mails. Para cadastrar as chaves do Pix, é só acessar o app do seu banco, fintech ou ir diretamente ao site do banco e procurar o ícone do Pix.

3– A terceira dica é… só dá para fazer o cadastro das chaves Pix nos apps ou sites oficiais do banco em que você tem conta aberta. Não há aplicativos do Pix disponíveis nas lojas do app — os que estão lá, são falsos. Fique alerta!

4– As chaves serão usadas unicamente para receber dinheiro. Ninguém vai conseguir tirar dinheiro da sua conta com as chaves.

*Crédito da Imagem: Internet

Deixe um Comentário (clique abaixo e comente).

%d blogueiros gostam disto: