Mano Véio e Mano Novo: dupla nacionaliza o forró pelas ondas do rádio

Mano Véio e Mano Novo são verdadeiras enciclopédias da comunicação radiofônica. Daqueles comunicadores raízes, tradicionais, autênticos e polivalentes na arte de entreter pelas ondas do rádio. Como bons nordestinos, o FORRÓ é a matéria prima da vida profissional dos irmãos.

Amorim Filho (o Mano Véio) e Expedito Duarte (Mano Novo), comandam o Forró Nativa, nas madrugadas da Rádio Nativa FM 95.3, na capital paulista, de segunda à sábado das 2:h às 6:h e aos domingos das 5:h às 7:h. “Eu nasci nas catingueiras em trançada de cipó; viajei de caminhão junto com Mané Cotó; não sou locutor modelo; mas tô aqui sem cabelo; vivendo do meu gogó“, é com esse ‘prefixo’ que o Mano Véio, inicia sua jornada.

O programa já está no ar ininterruptamente há 37 anos, pelo Grupo Bandeirantes de Comunicação. Começou na Rádio Bandeirantes AM em 1983. E em 1994 foi transferido para a Band FM, onde ficou por 15 anos. Em 2007 recebeu uma proposta do diretor da Nativa FM. Durante 2 anos fez dobradinha Band/Nativa e a partir de 2009, tornou-se exclusivo da Nativa 95,3 emissora também do grupo Band de Rádios.


“[Aos 14 anos de idade eu já era doido por rádio. Então fiz um teste de locutor na Rádio Poty e fui aprovado, só não fui aproveitado por causa da idade. Mas, depois de 3 anos, fiz um novo teste em outra rádio e aí sim, fui aprovado e comecei. Não frequentei a faculdade. A minha faculdade é o mundo e minha experiência profissional. No ano de 71 resolvi vir pra São Paulo e aqui procurei emprego na rádio e na redação tirei 10. Depois fiz o teste para locutor. Foi até engraçado porque com o sotaque bem nordestino, na hora de ‘mandar’… lá no estúdio, falava do meu jeito mesmo. E depois me mandaram para uma cidade do interior, Presidente Prudente. Depois de 3 anos, eles me chamaram pra voltar pra São Paulo. Fui ser rádio-escuta da Rádio Excelsior. Depois daquele ano, a Rádio América precisava de um repórter no aeroporto. Eu fui, me candidatei e eles me contrataram. Então eu trabalhava de manhã no aeroporto pela Rádio América e à tarde, depois do meio dia, como rádio-escuta (Rádio Excelsor)…]”, trecho da entrevista do Mano Véio à TV São Judas, sobre o início de sua trajetória.


Ao brindar os conterrâneos e amantes da cultura e do ritmo típico do nordeste, tocando aquele forró raiz, com as assinaturas dos eternos Gonzagão e Dominguinhos, passando por Adelmário Coelho, Banda Mastruz com Leite, Amazan, Alcimar Monteiro, Elba Ramalho, Edgar Mão Branca, entre outros, além das novas gerações e suas roupagens e pegadas diferenciadas, como Aviões do Forró, Mano Walter, Unha Pintada, Robério e seus Teclados, Banda Fulô de Mandacarú, Kátia Moreno e outras vozes marcantes, eles conseguem encurtar a distância e ‘matar’ a saudade dos nordestinos que vivem espalhados pelo mundo, longe da família, dos amigos e das delícias da terra natal.

Nessas quase quatro décadas, a dupla lançou e projetou muitos nomes de sucesso. Entres eles, Frank Aguiar, Tiririca, Francis Lopes, Rose Lins, Adamastor Pitaco, banda Mastruz com Leite, Whashington Brasileiro, Léo Magalhães, Solange Almeida e vários outros. O programa chega ao Brasil inteiro através do sistema de afiliadas do Grupo Nativa e ao mundo, pelo aplicativo e redes sociais da emissora.

Mano Novo, Mana Baby e Mano Véio

.

Encontros, livros e novidades

.

Periodicamente (este ano não aconteceu por conta da pandemia), os manos realizam eventos com participações de diversos forrozeiros, promovendo confraternizações entre os nordestinos residentes na capital paulista. Encontros dos baianos, dos cearenses, dos pernambucanos, dos sergipanos etc, respectivamente acontecem em algum espaço escolhido pela dupla. Tudo regado a muito forró, comidas e bebidas típicas da região.

Livro Mano Véio

Também já lançaram vários livros contando as histórias das ‘Quebradas do Sertão’ Nordestino. E recentemente saiu uma publicação (foto acima) sobre a vida e trajetória do Mano Véio. Além disso, outra novidade da dupla é uma rádio na web. Para acessar, clique aqui.

Durante todo esse tempo, o programa passou por algumas transições e atualmente conta com uma novidade. É a participação da Mana Baby comandando o quadro dos zodíacos, discorrendo de forma peculiar sobre os horóscopos dos ouvintes.


Mano Véio entrevistando o cantor Daniel Gouveia


Manos em entrevista ao Programa do Jô

.

*Crédito das Fotos: @manoveioemanonovo

Deixe um COMENTÁRIO sobre o post que você leu e ou assistiu

%d blogueiros gostam disto: