Maia reforça o que publicou o Blog do JC, sobre João Roma 2022 e vê ACM Neto ‘vice de Bolsonaro’

Em entrevista para a Rádio Metrópole FM (Salvador), nesta segunda-feira (10), o deputado federal Rodrigo Maia (Rio – ainda sem partido, após saída do DEM), disse acreditar que ACM Neto é o candidato a vice na chapa de Bolsonaro, concorrente à reeleição para presidência da República e o ministro João Roma, concorrerá ao governo baiano, no ano que vem.

A declaração do deputado carioca, vem de encontro ao que publicou o Blog do JC, neste sábado (8), quando da visita do Ministro da Cidadania, à Cruz das Almas, passeando pelas ruas da cidade, em companhia do prefeito Ednaldo Ribeiro.

“[…Eu não vejo outro caminho pro DEM que não seja apoiar o presidente Bolsonaro [à reeleição em 22]. Aí eu penso. Quem seria o nome que tem voto, tem prestígio grande no Nordeste, e principalmente na Bahia? O ex -prefeito ACM Neto. Essa é uma análise política que eu faço… sem nenhuma informação… tô fazendo uma análise, projetando o futuro. Acho que no final, ele acaba apoiando o Bolsonaro… Se a minha posição tiver certa, o Neto acaba sendo candidato a vice-presidente e o Roma pode ser candidato a governador. Tô pensando alto. Eu não tenho informação nenhuma, e nem quero me meter muito na Bahia…]. Reforçou o ex-presidente da Câmara dos Deputados (confira a entrevista completa no final desse texto).

Por sua vez, ACM Neto, presidente nacional do Democratas, tratou de desmentir Maia. “Todos sabem que o meu desejo é disputar o governo do estado. Ainda não me coloco como pré-candidato, pois o momento é de tratarmos do enfrentamento à pandemia, mas esse é o único projeto, conforme já disse publicamente em diversas ocasiões“, disse ele, em nota ao portal Metro1.

Na conversa Maia revelou ter se sentido traído pelo político baiano. Mas disse não guardar máguas e desejou sorte ao neto de ACM. Também falou sobre o encontro que teve recentemente com o ex-presidente Lula.

[…Na minha opinião, ele [ACM Neto] queria que Roma fosse ministro. O episódio da presidência da Câmara [o rompimento de Neto com o ‘bloco’ de Maia, para apoiar o candidato de Bolsonaro], que ia ficar muito ruim pra ele mostrar o acordo que fez. Então, ele trabalhou efetivamente pro Roma recuar do encaminhamento que ele apoiava… Mas com a confusão ele viu que ninguém acreditaria na hipótese de ele não está envolvido na nomeação de João Roma, pela proximidade que tem. A gente sabe que tava. A gente sabe que [depois] ele recuou. E a impressão que me dá, é que de fato, recuou pra valer. Não sei se vai ser por muito tempo, mas recuou pra valer…]”, pontuou Maia, à Rádio.

Clique abaixo e confira a íntegra da entrevista.

*Créditos das Fotos:

**Foto do Topo: @rodrigomaiarj

*** Foto Central: @acmnetooficial

Deixe Seu Comentário (digite abaixo)

%d blogueiros gostam disto: