Diretora do Landulfo Alves fala sobre início das aulas e programação 2021 do colégio

Em entrevista ao programa Fala Aí, da rádio Transbrasil, a diretora do Colégio Estadula Ladulfo Alves, Aurilene Malta (de máscara vermelha e vestido azul), fez um compilado da programação 2021 da unidade de ensino e anunciou as respectivas dadas de início das aulas para os estudantes da casa e os novos alunos.

Comandada pelo radialista Roger Cerqueira, a entrevista tratou de diversos temas ligados à educação e à instituição, com foco nas inovações deste ano letivo envolto na pandemia.

Com cerca de mil alunos (incluindo os atuais e os novos) e 50 profissionais que compõem o corpo docente e outras funções do colégio, distribuídos nos três turnos, o Landulfo é um dos maiores estabelecimentos de ensino de Cruz das almas. Por sua vez, a professora Malta, que iniciou sua história com a instituição a partir da prova que fez para o concurso do Estado, já está há cerca de dez anos como diretora.

Funcionária efetiva do Estado, ela conta detalhes sobre essa uma década (um ‘mandato’ dura 4 anos) administrando o colégio: “a gente passa por um processo de eleição. É a comunidade quem escolhe democraticamente, seu gestor. Então eu fiz um primeiro mandato e depois uma recondução. Quando foi em 2020, por conta da pandemia, houve a recondução automática de todos os gestores…”

Apesar de considerar a função um pouco cansativa e de muita responsabilidade, a diretora diz superar esses desafios, trabalhando com muita dedicação e amor. Acompanhada de sua vice Claudia Santana, ela enfatizou que por ser um colégio antigo, o Landulfo já transformou a vida de muita gente.

.

Início das aulas e programação 2021

.

Segundo Aurilene Malta, a confirmação da matrícula, acontecerá automaticamente para os alunos que já são da casa. Porém, os que estão chegando agora, as vagas serão disponibilizadas a partir de 6 de abril.

Já as datas de início das aulas, serão, no próximo dia 15 deste mês, para quem já estuda no colégio e para os novatos, a previsão é 12 de abril. Uma novidade, é que este ano eles vão estudar também aos sábados.

De acordo com a professora, no dia 1º deste mês, teve início a pré jornada pedagógica (online). E de 8 a 12, está acontecendo oficialmente a jornada, com os professores em suas respectivas residências e a equipe de suporte trabalhando presencialmente (obedecendo os protocolos) direto do colégio.

A diretora informou ainda, que por conta da pandemia, o governador determinou um remanejamento no aprendizado dos alunos da rede, “houve um reaproveitamento do outro ano e eles vão fazer duas séries em uma, ou seja, quem era 1º agora é 2º e quem era 2º agora é 3º, no sistema já migraram. E quem era 3°, tem até julho para concluir seu ano letivo, vamos fazer uma revisão grande com eles e também terão a oportunidade de fazer um reaproveitamento… o ENEM pode ser aproveitado, o ENCEJA, o CPA e um simulado que nós vamos fazer na própria escola…”, disse ela, ponderando que a Secretaria de Educação tentará diminuir qualquer possibilidade de prejuízo no aprendizado desses alunos que passarão por esse processo de avaliação progressiva. Ou seja, concluírem duas séries em uma.

Ela também convocou a comunidade escolar, para acompanhar, nesta sexta-feira (12), na página do colégio no Instagram @colegioestaduallandulfoalves a partir das 19h, a live de aberturas das atividades, com a participação da cantora Kássia Maria e o pessoal de gestão e coordenação do colégio. Mais cedo, as 11:30, acontecerá um drive thru com os professores.

.

Aulas online e híbridas

.

Para respeitar o distanciamento social, por conta do Covid-19, enquanto o surto não estiver controlado, as aulas serão remotas. 100% online.

E visando atender a demanda, num segundo momento, será experimentado o sistema híbrido de ensino. Ou seja, um modelo em que, 50% das turmas frequentarão o colégio na segunda, quarta, sexta e 50% na terça, quinta e sábado.

Porém, o Blog entrou em contato com a diretora pelo Whatsapp, ela esclareceu que a modalidade híbrida não será implantado nesse momento, por conta o surto da pandemia. “Sobre o ensino híbrido, não vai acontecer ainda. É só quando as taxas diminuírem… a gente não tem uma data prevista“, disse ela, assegurando que, quando acontecer, os alunos receberão material de apoio e orientações dos professores para fazerem as atividades nos dias que ficarem em casa. (Clique e ouça a sonora da professora)

Outra preocupação demonstrada pela diretora, é com os estudantes que não possuem celular, computador e principalmente, internet em suas residências para desempenharem seus estudos. Segundo ela, 70% dos estudantes do Landulfo Alves moram na zona rural e nem todos estão informatizados. E aqueles que possuem o sistema web, nem sempre dispõem de sinal com boa qualidade.

Para esse pessoal, ela garante que o colégio disponibilizará 240mb de internet. Porém, para atender a todas as séries, será necessário fazer agendamento. O aluno que possui o aparelho, mas não tem internet, poderá baixar o conteúdo das aulas e levar para fazer em casa e depois apresentar à escola. E quem não dispõe do dispositivo, receberá xerox dos conteúdos. Mas, caso ele queira usar o equipamento da instituição, a diretora disse existir uma sala equipada para atendê-lo, respeitando-se o protocolo sanitário.

E o professor que está dividindo o espaço com o filho dentro de casa, que só tem um computador, que a internet cai toda hora? Temos duas salas montadas para gravação ‘estúdios’ [risos]. A gente montou lá, duas salas com suporte, com fone, data show, quadros… então, o professor, por agendamento também, vai lá dá a aula dele, no horário dele, nos estúdio que foi montado lá no Landulfo…” pontuou a professora Aurilene.

Demonstrando gratidão e reconhecimento aos profissionais que a ajudam nessa jornada, ela falou do tratamento especial dedicado aos alunos. “É um grupo diferenciado nossos professores… todos acreditam na transformação da vida do jovem através da escola. E não é simplesmente ir lá dá uma aula, passar conteúdo. A gente faz um trabalho muito diversificado, com muita afetividade, cuidado e muito carinho“, enfatizou, emendando que a preocupação maior é, além de ensinar, proteger seus alunos.

Como prova do comprometimento com a comunidade escolar, a diretora disponibilizou o número de seu celular pessoal (9 8165-0268) para que alunos e familiares possam interagir com ela, em busca informação e quasquer dúvidas relacionadas as atividades da escola. “Eu só desligo na hora de dormir. Faço questão de atender, porque a gente precisa se comunicar, precisa esclarecer. Claro, com respeito“, resumiu.


Confira abaixo, a entrevista na íntegra…

*Créditos das Imagens:

**Imagem Topo: Reprodução Divulgação

*** Foto 1: @colegioestaduallandulfoalves

**** Foto 2: Acervo Pessoal da Professora Aurilene Malta

Deixe Seu Comentário (digite abaixo)

%d blogueiros gostam disto: