Covid-19 na Bahia: governo abrirá Hospital Metropolitano e prorroga toque de recolher

Com o agravamento dos casos do coronavírus no Estado da Bahia, o governador Rui Costa autorizou nesta terça-feira (2), a SESAB (Secretaria Estadual de Saúde da Bahia) realizar licitação emergencial para abertura do Hospital Metropolitano de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador, para atendimento das vítimas diagnosticadas com o vírus.

Segundo a nota, estão previstos a instalação de 200 leitos, sendo 100 clínicos e 100 UTIs (Unidades de Tratamentos Intensivos). A expectativa é de que, após o processo licitatório, o hospital esteja pronto para atender em três semanas. Mas, inicialmente com apenas 40 UTIs e 30 clínicos.

Somente nas últimas 24h, foram registrados no Estado, 3.397 casos, com 114 óbitos. Desde o início da pandemia, já são 689.454 casos confirmados, dos quais, 12.028 mortos, segundo o Boletim Epidemiológico mais recente.

Para tentar socorrer a demanda, também está sendo viabilizado a reabertura, já nesta quinta-feira dia 4 e de forma gradativa, de outro centro de atendimento. Trata-se do Hospital de Campanha da Arena Fonte Nova, o qual já está sendo devidamente equipado.

Equipamentos do Hospital da Arena Fonte Nova

De forma excepcional e especial, iremos abrir os leitos do Hospital Metropolitano e estamos lançando mão de todas as alternativas que nós temos. Lembro que isso tudo não será suficiente se não contarmos com a colaboração da população com uso de máscara e manutenção do distanciamento social”, salienta o governador, ao mesmo tempo que apela para a conscientização dos baianos.

.

Novo decreto (toque de recolher)

.


Em virtude do aumento diário dos casos, desde a semana passada o governo vem adotado medidas restritivas, com toque de recolher (das 20h às 5h), o qual foi prorrogado até 1º de abril. O Decreto atual que será publicado no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (3), é ainda mais rigoroso para para tentar coibir a aglomeração.

Por exemplo, para Salvador e Região Metropolitana, até o próximo dia 8 de março, só serão permitidos os funcionamentos das atividades consideradas essenciais.

Para o interior do estado, com exceção da RMS, todas as atividades poderão ser retomadas nesta quarta-feira (3), mas com horário de encerramento estabelecido para as 20h e abertura após as 5h“, diz a publicação no Portal Oficial. “O decreto ainda estabelece que, das 18h da próxima sexta-feira (5) até as 5h de segunda-feira (8), apenas poderão funcionar serviços essenciais em toda a Bahia. A restrição da venda de bebidas alcoólicas seguirá valendo em todo o estado a partir das 18h de sexta (5) até as 5h de segunda-feira (8), inclusive por sistema de entrega em domicílio (delivery)”, continua a postagem.

Com o objetivo de evitar a circulação das pessoas pelas ruas no período do toque de recolher, até o próximo dia 1º de abril, exceto para deslocamentos por motivos de saúde, com comprovação da urgência, os estabelecimentos comerciais e de serviços estão sendo orientados a encerrarem as atividades com até 30 minutos de antecedência, para garantir o deslocamento dos seus colaboradores às suas residências antes das 20h.

*Créditos das Imagens

**Imagem Topo: Reprodução Divulgação Oficial

*** Imagem Centro: @saudegovba

Deixe um Comentário (digite abaixo)

%d blogueiros gostam disto: