Blocos e camarotes seguem vendendo abadás para o carnaval 2021 em Salvador

Mesmo na incerteza de que acontecerá o carnaval 2021, blocos e camarotes tradicionais de Salvador, continuam vendendo abadás. Em julho, o prefeito ACM Neto, havia anunciado “se não houver uma vacina até novembro, não temos elementos de segurança para manter carnaval“.

Com ofertas de preços promocionais, as agremiações estão conseguindo atrair os foliões para aquisição das fantasias. Mesmo diante da crise econômica e riscos de contaminação (ainda não tem vacina disponível) promovidas pela pandemia do novo coronavírus, o público vive a expectativa.

“Já tenho as passagens para a época ‘oficial’ do carnaval, mas se for ter outra data vou querer ir também. A sensação é de ansiedade… Seria a primeira vez em 10 anos que corro o risco de não passar carnaval em Salvador e isso me preocupa demais. Não quero perder nenhum ano dessa festa. Se tiver duas, eu venho fácil“, disse um folião.

A informação foi publicada hoje (22) pelo portal G1 Bahia. Segundo a reportagem, “o G1 tentou contato com várias assessorias para comentar a situação, mas não obteve retorno de nenhuma delas”. Exceto o bloco Me Abraça, puxado por Durval Lelys, garantiu que não irá desfilar.

Para Joaquim Nery, diretor da Central do Carnaval, uma das empresas que reúne vendas dos festejos, “apesar dos blocos estarem sendo vendidos, houve queda significativa de compra. Os abadás estão sendo comercializados porque é a tradição, mas não há incentivo ao consumo“.

.

Data incerta

.

Na mesma época em que condicionou à existência da vacina para para garantir o carnaval em fevereiro, o prefeito chegou a argumentar também, a possibilidade de a festa acontecer no mês de junho. “O que a gente propõe é que se não houver segurança para manter a festa no começo de fevereiro, que é o mais provável, temos que ser realistas. Que a gente formalize um calendário para o próximo ano, talvez no começo de julho, poderia ser uma hipótese…]”, cogitou ele em entrevista ao GloboNews.

Apesar de demonstrar preocupação com o atual momento da pandemia, recentemente o cantor Léo Santana mandou essa ‘vibe’ “Ruy Costa, ACM Neto, fé em Deus que o carnaval de Salvador vai rolar“. A frase foi pronunciada às 3:49:56 da Live Encontro (mantendo-se as distâncias recomendadas) com seus amigos, os também cantores Xanddy (Harmonia do Samba) e Tony Salles (Parangolé).

Mesmo gostando demais do carnaval de Salvador, acho mais prudente que seja adiado. Seria impossível um controle. Se a praia está difícil se estabelecer regras, quanto mais uma festa do tamanho do Carnaval” ponderou esse outro fã do carnaval baiano, .em contato com o G1.

*Crédito da Foto: Instagram Prefeitura Salvador

Deixe um Comentário (clique abaixo e comente).

%d blogueiros gostam disto: